Brasil, ainda uma viela.

Literature -- 19 / October / 2012

 

(Minha resposta à novela Avenida Brasil, que termina hoje)

 

Não ler Machado

é machadada

numa cabeça

que vê novela

e se esparrama

pela viela

querendo ser

uma avenida,

sai Capitu

entra Carminha,

literatura

baixo escalão,

esta tevê

acorrentada

ao imaginário

de um povo heróico

sem retumbância,

um emergente,

mas sem visão.

 

Silêncio, nada.

Barulho, tudo.

E vemos graça

onde a pirraça

de um mensalão

onera um povo

sem escrutínio,

uma avenida

sem pavimento,

esburacada,

de asfalto velho.

José Dirceu

absolvido,

o barbudinho

sem julgamento,

com este povo

quase jumento,

relincha agora

como jamais

relinchou antes,

e segue a rua

até Brasília,

arquitetura

descomunal,

avermelhada

por este barro

que faz a lama

e apaga a chama

da geração

de “jovens” loucos

que não lêem livros

e bradam forte:

televisão!

3 respostas so far

3 respostas para “Brasil, ainda uma viela.”

  1. Mario Seixas says:

    Meu amigo Leonardo,
    curti suas palavras, embora seja triste…
    So tacando fogo, mas muito fogo nessa
    babilonia e nessa bumbo tv!!!!!!!
    Grande abraco!

  2. Leonardo says:

    Mario, meu amigo,
    Obrigado pela leitura e comentário!
    Sim, é triste, infelizmente, mas temos de gritar…
    Grande abraço!

  3. Sylmar says:

    Concordo em gênero, número e grau! Bela poesia.

Deixe uma resposta